NOTÍCIAS

ACECA


Classe Contábil apresenta propostas aos presidenciáveis

ÚLTIMAS

NOTÍCIAS

O Brasil aproxima-se das eleições e, preocupados com o futuro do País, o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e o Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon) enviaram aos principais candidatos à presidência uma carta com proposições para a melhoria do ambiente de negócios e aperfeiçoamento da gestão pública brasileira.

Compromissadas em contribuir com o desenvolvimento sustentável, as duas entidades elencaram temas que entendem ser importantes para a elaboração das diretrizes do próximo Governo.

Reforma Tributária; alteração do Código Comercial; atualização da lei de finanças públicas; aprimoramento dos currículos do Ensino Superior de Ciências Contábeis; implementação do Conselho de Gestão Fiscal, entre outros temas, estão na carta dirigida aos candidatos.

Dentre as propostas, o presidente do CFC, Zulmir Breda, destacou a importância da continuidade da adoção das Normas Internacionais de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público, que estão em processo de convergência e devem ser implementadas até 2021. “É muito importante que o próximo Governo dê continuidade ao processo para que tenhamos uma melhor qualidade das informações e comparabilidade, propiciando mais transparência nos investimentos e gastos públicos. A adoção de um padrão internacional de contabilidade, já em marcha no Brasil, fortalecerá a credibilidade do País no exterior e contribuirá para a melhoria das avaliações de risco dos agentes externos, atraindo mais investidores”, explica.

No documento, as entidades também alertam para a necessidade de alteração da Lei Orgânica da Profissão Contábil, editada em 1946 (Decreto-Lei nº 9.295/1946). De acordo com a proposta, a atualização e adequação da legislação, que rege o Sistema CFC/CRCs, visa uma melhoria do ambiente regulatório da profissão e a segurança jurídica dos atos praticados.

Sobre auditoria independente, o presidente do Ibracon, Francisco A. Maldonado Sant´Anna, ressalta, também, a importância do aprimoramento no sistema de escolha e contratação dos serviços técnicos especializados para o setor público. “Tem se contratado esse tipo de serviço por meio do uso do sistema de pregão eletrônico. Defendemos que a melhor forma de contratação seria por licitação na modalidade de Técnica e Preço, em que o maior beneficiário será o cidadão, uma vez que a escolha levaria em consideração, além dos custos envolvidos, a experiência e o conhecimento que o auditor tem na auditoria de entidades semelhantes, a qualidade da equipe que será alocada no serviço e o planejamento do trabalho”, ressalta.

Para ter acesso a íntegra do documento, acesse aqui.

Fonte: CFC
Últimas Noticias
Problemas em sistema adiam início de Novo Refis

Problemas no sistema informático adiaram em quase um dia o início da consolidação das dívidas incluídas no Programa Especial de Regularização Tributária (Pert), também conhecido como Novo...

Reforma tributária com unificação de impostos avança na Câmara

Comissão especial da Câmara aprovou nesta terça-feira (11) uma proposta de reforma tributária que unifica tarifas. O projeto extingue dez tributos, que serão substituídos por dois novos impostos.

O texto se...

Comissão aprova novo Código Comercial

A comissão temporária para reforma do Código Comercial aprovou nesta terça-feira (11) o relatório do senador Pedro Chaves (PRB-MS). Elaborado por um grupo de juristas e apresentado pelo então presidente da Casa, sen...