NOTÍCIAS

ACECA


O marketing pessoal do empresário contábil

ÚLTIMAS

NOTÍCIAS

O profissional da contabilidade transmite há muito tempo a imagem da pessoa introspectiva, tímida, que fica atrás de uma mesa tendo mais facilidade com os números do que com pessoas.

Pois bem, essa realidade mudou, o Contador necessita ter uma atitude mais ativa, mais participativa.

É necessário que seja um comunicador, que circule por todos os ambientes com desenvoltura, que ao visitar um cliente saiba não só os aspectos contábeis do negócio, mas também saiba falar e trocar experiência sobre o mercado onde a empresa do cliente atua.

A desenvoltura na comunicação e conhecimento são apenas dois aspectos que compõe o marketing pessoal do Contador, abaixo faço uma relação de atitudes que são fundamentais para se ter uma presença marcante:

Seja observador

Fique atento a tudo que ocorre a sua volta, muitas vezes a falta de atenção a detalhes faz com que passe a imagem de desligado, o que em uma profissão tão exigente é um grande pecado.

Cuide da sua aparência com zelo

Quando cito a questão da aparência não me refiro a questão do excesso de peso, mas sim quanto a cabelos bem cortados,  barbada bem feita ou muito bem aparada, roupas discretas e elegantes.

As roupas podem ser simples, mas devem estar adequadas ao que cada situação requer, pois transmitem muito sobre a nossa personalidade e estar bem vestido para um Contador é um excelente marketing pessoal.

Você está em constate contato com clientes, em órgãos públicos e com outros colegas, portanto zele por sua aparência.

Cuide a maneira de falar

A língua portuguesa é muito complicada, constantemente temos dúvidas e erros de escrita ou pronúncia não são impossíveis de acontecer.

Mesmo assim cuide da sua fala, leia muito, observe como as pessoas falam, sua postura e o vocabulário utilizado.

Nenhum empresário sério irá confiar a contabilidade da sua empresa a um Contador que fale gírias ou tenha erros gravíssimos com o próprio idioma.

Hábito da Leitura

Posso afirmar ser impossível atuar na contabilidade sem ter o hábito da leitura.

Leia para saber, para compreender, para poder ter opinião. A leitura não é só de livros técnicos que tratem sobre contabilidade e aspectos tributários, mas livros sobre marketing, finanças, entretenimento, jornais e revistas.

Leia para ter conhecimento e cultura. E você poderá falar não só sobre contabilidade com os seus clientes, mas também terá capacidade de abordar outros assuntos.

Participe ativamente com outros colegas

Existe muitos fóruns, sites e listas de discussão sobre contabilidade, inscreva-se em uma e colabore com seus colegas de profissão.

Eu mesmo, sou moderador de uma lista de discussão com mais de 3.000 participantes, todos colegas da contabilidade, e posso afirmar que todos aprendem, trocam ideias, experiências e até fecham negócios.

Participe ativamente na sua comunidade

Seja no futebol, no clube, na igreja , na rua onde você mora, em algum projeto social, leve sempre com você a postura de participar e ajudar.

É sendo participativo, colaborando e interagindo que a sua marca pessoal vai fixando na mente das pessoas, e não a somente a sua presença, mas também a sua lembrança serão sempre bem vindas e motivo de boas recomendações.

Fonte: Portal Contábeis
Últimas Noticias
Governo prorroga adesão ao Refis do Funrural até 31 de dezembro

O governo federal publicou na última sexta-feira (9/11) no Diário Oficial da União a lei que prorroga para 31 de dezembro de 2018 o prazo limite para contribuintes aderirem ao parcelamento do Fundo de Assistência ao Trabalhador Ru...

Portal eletrônico deve reduzir trâmite burocrático de importações

Depois de conseguir que 100% das exportações sejam feitas por meio do Portal Único de comércio exterior, o governo começará até o fim do mês a desembaraçar também as importaçõ...

Supremo julgou só 1 de 6 temas polêmicos da reforma trabalhista

Um ano após a reforma trabalhista do governo Michel Temer, de seis temas levados ao STF (Supremo Tribunal Federal), em 29 ações, apenas um já foi julgado.

Em junho, os ministros decidiram pela constitucionalidade do fim...